“Xô, machismo!”

O artigo da semana, trago para compartilhar com vocês, o caso da atriz, modelo, filha, namorada, amiga, musa, entre outras coisas que ela é e pode ser, Bruna Marquezine. Como vocês devem ter visto nos sites de notícias, Bruna Marquezine, passou por uma ataque audacioso de machismo. Bruna usou seu twitter para fazer um textão, ao desabafar que estava farta da mídia sempre especular sua relação de carreira e o seu namoro com o jogador Neymar.

Bruna Marquezine, agiu corretamente ao se defender dizendo em seu texto “posso sim conciliar meu trabalho e minha vida pessoal, assim como tanta gente faz. Parem de me enxergar menor porque sou mulher e deveria escolher acompanhar meu parceiro. Por que Neymar nunca foi questionado se largaria o futebol para morar no Brasil e ficar perto de mim enquanto eu trabalho aqui? “ escreveu,Bruna.

Por que certas pessoas insistem em taxar as mulheres como inferior aos homens? Ser mulher não significa que temos que ser inferior aos homens, não significa que temos que ser diminuídas só pelo fato de ser mulher.

Como já dito antes em meu artigos, nós mulheres temos um poder surreal, podemos conciliar tudo (tudo que estiver ao nosso alcance), podemos ser o que quiser, podemos fazer o quiser, nós temos o dom de fazer tudo isso, pois temos garra, força de vontade, temos perseverança, não desistimos fácil daquilo que é o melhor a fazer.

Nós temos essa capacidade, isso não se trata de querer ser melhor que os homens, não. Mas se trata de ter os mesmos direitos. Não é cabível que só as mulheres sejam questionada a respeito de suas escolhas. É necessário que essa hierarquia entre homem e mulher cesse! acredito que homens e mulheres possam ter uma vida igual ao outro.

Isso tem que mudar, é injusto uma sociedade que rotule a mulher dessa forma. Todos os dia negras, brancas, altas, baixas, magras, gordinhas, passam por algum tipo de injustiças machistas, muitas chegam a não desabafar, guardam para si mesma, sofrem caladas, injustiças causadas pela ignorância, pela falta de respeito, falta de empatia. Isto, porque é mais fácil criticar do que apoiar. Portanto, é preciso que isso mude, invés de estarem ai espalhando esses tipos de preconceito, vamos espalhar amor, vamos aceitar. O mundo está um caos! não deixe que ele despenque nessa sujeira de ódio e preconceito, mude suas ideias, Repense!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *