Jornal Impresso: Do início à modernidade.

  • Surgimento do Papel e da Imprensa. 

Um dos materiais mais importantes para produzir jornal é o papel. Pelas mãos do chinês Cai Lun, em meados de 105, o papel é inventado. Antes disso, a comunicação escrita era através de papiros e pergaminhos. Cai Lun acabou conseguindo o monopólio do papel por ser o único que sabia da técnica da massa para se fazer.

Mais de meio milênio depois, em um conflito contra o exercito árabe, funcionários que trabalhavam em uma fabrica chinesa que produziam papel foram sequestrados e levados para Bagdá. Logo a arte de fazer papel foi descoberta, e anos depois, a novidade chegou para todo o Ocidente.

Já em 1440, o inventor alemão Johanens Gutenberg, que é considerado um dos maiores inventores do segundo milênio, cria a imprensa. Invenção essa que gerou uma certa “revolução” na época pela Europa ter uma grande parcela de sua população letrada no século XV, pois iniciou uma grande circulação de informações e ideias.
.
  • Jornal Impresso no Mundo

Até hoje não se sabe ao certo qual realmente que foi o primeiro jornal impresso a circular. Alguns dos mais citados pelos historiadores são: “Nonivy poradné celého mesice léta 1597”, “Ordinarii Avisa” e “Relation oder  Zeitung”. Na primeira metade do século XVII, tivemos os jornais compublicações periódicas. A maioria nasceu nos países da Europa Ocidental como Alemanha, França, Bélgica e Inglaterra e traziam informações sobre o que acontecia dentro da própria Europa.

Atualmente, os jornais mais famosos do mundo estão concentrados nos Estados Unidos, que temos: The New York Times; The Wall Street Journal e The Guardian, e no Reino Unido, que temos: The Guardian; The Independent e The Daily Telegraph.

  • Jornal Impresso no Brasil

Um dos primeiros jornais que temos informações que circulou no Brasil foi o “Correio Braziliense” em 1808. Jornal feito por brasileiros em Londres que traziam de forma clandestina para o Brasil. Era um jornal com caráter ideológico que buscava evidenciar os problemas da administração do país, diferente do primeiro do jornal que realmente foi impresso no Brasil, Gazeta.

O lançamento do jornal Gazeta foi um marco da imprensa em nosso país. A Gazeta foi fundada pela vinda da corte Real ao Brasil. Era um jornal oficial para comunicados do governo com periodicidade de duas vezes por semana. Antes dele, qualquer forma de imprensa era censurada.

  •  Jornal Impresso no Amazonas

Na Amazônia, em 1821, passou a circular a “Gazeta do Pará” (Belém), primeiro jornal que encontrei dirigido a essa região, embora elaborado e impresso em Lisboa. Explica-se porque em Lisboa, já que existia a Imprensa Régia no Brasil naquele momento.

A capitania de São José do Rio Negro, atual Amazonas, somente foi emancipada em 1850, quando da criação da província do Amazonas, às vésperas do início do Primeiro Ciclo da Borracha. Em 3 de maio de 1851 surgiu o primeiro jornal dessa província o “Cinco de Setembro”, tomando no ano seguinte o título de “Estrella do Amazonas”, que circulou até 1866. Também há menção em alguns artigos ao jornal “A Província do Amazonas” que iniciou a circular em 1850 e era impresso fora daquela província. Contudo, as informações sobre esse período ainda são muito distantes de serem comprovadas.

  • Diário do Amazonas

Fundado por Cassiano Anunciação, teve sua primeira edição publicada em 1985 e desde lá sempre focado nos interesses da população, este jornal também foi o primeiro da região a investir na impressão colorida. Em 2005, o diário passou a ser auditado pelo Instituto Verificador de Circulação (IVC), órgão que confirma a tiragem dos principais jornais do País. Com isso, o jornal superou a concorrência e se consolidou como o maior veículo impresso da cidade, fazendo jornalismo moderno e de qualidade.

Em 2011, o jornal apresentou seu novo projeto gráfico e editorial, com o objetivo de dar uma leitura mais leve e direta, valorizando a informação visual, como as fotografias, e aplicando modernas tendências editoriais, mas sem perder a densidade e a credibilidade de sempre. O projeto foi desenvolvido pela Garcia Media, empresa líder no mercado de desenvolvimento de design para a imprensa no continente americano.

  •  O Jornal popular

Nomeado de “10 minutos”, foi criado com a necessidade de ter uma agilidade na recepção das informações. O 10 minutos se consolidou rapidamente e atualmente é o 12º jornal mais vendido do Brasil, oitavo entre todas as capitais e sétimo na venda avulsa, visto que não conta com sistema de assinaturas. Graças ao 10 Minutos e ao Diário do Amazonas, que democratizaram a informação, Manaus conta hoje com o segundo maior índice de leituras de jornais do País, superando capitais onde tradicionalmente se lê muito jornal, como Belo Horizonte e Rio de Janeiro. 82% das pessoas alfabetizadas de Manaus lê jornal diariamente.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *