São Paulo Fashion Week abre as portas com produções de detentos

Coluna de Moda, por Isabor Cavalcante

 

Gente!  O maior evento de moda do Brasil e o mais importante da América Latina está chegando! Simmmmm, o “São Paulo Fashion Week” está na sua 45° edição. A semana mais badalada do país começa mais precisamente dia 21.04 (sábado) e vai até dia 26.04 (quinta-feira) no Pavilhão da Bienal – Parque Ibirapuera.

Vou contar algumas novidades do evento e curiosidades das marcas mais badaladas do Brasil e do mundo e, claro, trazer para vocês tendências e dicas que se encaixem no nosso clima tropical (verão o ano todo).

 Foto divulgação

Coleção feita por detentos abre o SPFW

O Designer Gustavo Silvestre ensina crochê em penitenciárias masculinas no Projeto Ponto Firme.

O Projeto Ponto Firme começou como uma alternativa para detentos se profissionalizarem e reintegrá-los à sociedade. Ele já existe há dois anos e ensina técnicas de crochê, ajuda no desenvolvimento da concentração por meio de terapia manual, além de uma certificação de remissão na pena. Com a dedicação dos envolvidos foi possível desenvolver uma coleção de roupas e aumentar o tempo de trabalho na oficina.

A coleção demorou cerca de nove meses para ficar pronta. O desfile será 100% composto por peças desenvolvidas pelos detentos da Penitenciaria Desembargador Adriano Marrey, em Guarulhos-SP, com fios doados pela Círculo S/A.

O desfile abrirá a semana de moda (sábado). A coleção foi inspirada no sonho de liberdades dos detentos. Segundo Paulo Borges, diretor criativo do SPFW, o evento tem como premissa a transformação, educação e formação. Ter esse projeto junto reafirma nosso compromisso com a sociedade de mostrar que a moda, o designer e o fazer criativo podem realmente mudar a vida das pessoas. Após o desfile, a coleção será exposta no Museu da Resistência de São Paulo.

                         Foto divulgação

 

Os estilistas da D&G declaram “A marca vai morrer junto com a gente”

Os estilistas da Dolce & Gabbana declaram que a marca vai acabar com sua morte.

Em uma entrevista os estilistas Domenico Dolce e Stefano Gabbana, declararam não ter interesse em manter a marca que construíram juntos depois de morrerem. “A Dolce&Gabbana vai morrer junto com a gente”, não queremos a direção criativa da marca na mão de um japonês, declarou Stefano conhecido por declarações polemicas. A respeito de vender a marca para grandes grupos, “recusamos todas as ofertas” revelou Domenico, “Você pode ter todo o dinheiro do mundo, mas se você não é livre, o que você pode fazer com isso? Ninguém vai para o túmulo com um cofre de dinheiro”.

A marca surgiu em 1984 com os dois fundadores que tinham uma relação afetiva, em 2004 eles se separam, mas o trabalho continua como sempre. ”Até hoje o que é meu é dele”, Se você ama alguém quando é jovem, para mim foi a primeira vez e para ele foi a sua primeira grande história de amor. É algo puro, completo.

Os estilistas não parecem ter preocupações com as finanças da casa. “Não tenho tempo para gastar minha fortuna. Estou muito ocupado trabalhando. Não me importo em me tornar mais rico, meu objetivo é o sucesso”.

 

 

O mais bem vestido da semana na Faculdade

Jéssica Oliveira- cursa 8° período de jornalismo (noite)

Usando um vestido social risca de giz com aplicação de uma rosa, o modelo solto é bem confortável. Sapato bico fino na cor nude dá todo o charme para o look.

E não é de hoje que ela desfila pelos corredores da faculdade sempre muito bem vestida.

 

                              Foto divulgação

FICA A DICAAA…. ALIMENTAÇÃO

Com a correria do dia-a-dia, manter a alimentação saudável  é inevitável para o bom funcionamento do corpo. Tentar manter uma dieta simples e natural faz toda a diferença.

Esses alimentos auxiliam na desintoxicação natural do corpo.

 

Água de limão

Os cítricos são ótimos para o sistema digestivo por conta da vitamina C e por serem ricos em antioxidantes. O composto ativa enzimas hepáticas para dissolver toxinas, dando um empurrãozinho para o bom funcionamento do intestino. Isso facilita a eliminação de elementos prejudiciais.

 

Cebola e alho
Ambos são ricos em flavonoides, que ajudam na produção dos antioxidantes mais fortes do fígado. As substâncias estimulam o fígado a produzir enzimas de desintoxicação que filtram os resíduos tóxicos do sistema digestivo. Além disso, diminuem a sobrecarga naquele órgão e possuem propriedades contra bactérias, parasitas e que estimulam a imunidade.

 

Verduras

Verduras de folhas verde-escuras dão à flora intestinal uma dose desintoxicante de clorofila. Esse pigmento vegetal é o responsável por transformar o consumo de luz em energia por meio da fotossíntese, mas além disso, tem a capacidade de se conectar com toxinas e outros radicais livres, transformando-os em materiais neutros. Outra propriedade é limpar os metais pesados acumulados no nosso corpo.

A clorofila também tem propriedades anti-inflamatórias, ajudando a eliminar a acidez dos fluidos corporais.

 

Sementes e nozes

Caso não possa evitar comer sanduíches, pelo menos coma sanduíches saudáveis. Tenha sempre por perto uma porção de nozes e sementes como amêndoas, linhaça ou girassol.

  • A ingestão regular de amêndoas ajuda a eliminar os depósitos de gordura acumulados em volta do fígado.
  • Nozes contêm altos níveis de ácido arginino, que ajuda o fígado a se livrar do amoníaco. Elas são perfeitas também para o funcionamento correto do cérebro.
  • Sementes de linhaça melhoram o estado emocional: quando moídas, garantem fibras para eliminar toxinas do seu trato intestinal. Outra boa notícia é que esse tipo de fibra reduz o apetite e auxilia na perda de peso.
  • Sementes de girassol são rica em magnésio, mineral que mantém a normalidade da pressão arterial ao ajudar na manutenção do ritmo cardíaco e aumentar a lipólise (processo por meio do qual o corpo libera reservas de gordura).

 

Gengibre

 

O gengibre é muito usado para reduzir inchaços, manter o bom funcionamento do cólon e livrar essa parte do corpo de resíduos e toxinas ruins. É bom também para eliminar parasitas, além de atuar contra náuseas e gases. Essa raiz ajuda e melhora a produção de ácido estomacal, responsável pela eliminação de parasitas e pela proteção do nosso corpo diante das infecções. Além disso, melhora o fluxo do suco gástrico, deixando o sistema digestivo mais eficiente.

 

 

Espero que tenham gostado! Até sexta-feira que vem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *