Lugar de mulher é no esporte, sim!

A presença das mulheres no jornalismo esportivo vem se tornando cada vez maior. Ainda assim, o preconceito contra as profissionais da área ainda é muito presente. Lamentavelmente, a ofensa e o assédio são manifestados contra as mulheres.

No episódio mais recente, a jornalista Bruna Dealtry, do Esporte Interativo, foi beijada por um torcedor, enquanto cobria ao vivo a partida entre Vasco e a Universidade Catolica pela Libertadores. O caso deu início à campanha “#DeixaElaTrabalhar”, idealizada por um grupo de mulheres jornalistas esportivas, que está cansado dos constantes assédios, agressões e desrespeito.

A campanha tem por objetivo conscientizar e evitar que novos episódios como o relatado se repitam. O vídeo foi compartilhado muitas vezes e viralizou nas redes sociais.

Talvez, esse preconceito nunca acabe, mas atitudes como estas podem contribuir, e muito, para uma aceitação maior das mulheres no esporte.

 

Por: Greiciane Fernandes

Fotos: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *