Acadêmicos do sexto período de Jornalismo apresentam suas produções no Interdisciplinar

Os alunos do sexto período matutino do curso de Jornalismo tiveram no dia 9 de novembro seus respectivos trabalhos expostos para obtenção da nota do trabalho Interdisciplinar da Uninorte. A abordagem das reportagens foi variada, tendo temas relacionados à cultura local, meio ambiente e até uma das maiores doenças transmissíveis no mundo.

Os professores que tiveram presentes avaliaram cada grupo e fizeram análises construtivas sobre cada produção. A professora e coordenadora do curso de Jornalismo, Edilene Mafra, foi a responsável em liderar os alunos em cada trabalho. Ela ponderou que o talento da turma e criatividade prevaleceu durante todas as reportagens “Os trabalhos estavam fantásticos, muita criatividade e inovação. Acima de tudo teve muito do talento dos meninos, eles conseguiram notar os mínimos detalhes, fazendo assim as temáticas ficarem ainda mais atrativas”, comentou.

Um dos temas abordados é um assunto que rende cada vez mais estudos e requer ainda mais conhecimento das pessoas, o HIV. Willisson Oliveira, acadêmico cujo grupo produziu uma grande reportagem sobre a doença, conta que a escolha do tópico foi por conta do estado ser o terceiro maior do país com pessoas que adquiriram o vírus. “A gente escolheu o tema devido o Amazonas ter subido para terceira colocação no ranking de pessoas com HIV no Brasil. Isso é muito preocupante e resolvamos ir a fundo e abordar sobre isso” disse.

Em contrapartida nem só assuntos “pesados” foram expostos no interdisciplinar. A cultura local também foi pauta de um dos grupos, mais especificamente a indígena. João Paulo enfatiza que nem todos sabem o quanto a Amazônia é rica em diversos quesitos “Nossa reportagem permitiu trazer informações da cultura indígena e mostrar que a Amazônia é uma grande fonte de riquezas e que muita coisa pode ser explorada” finalizou.

Por Ronald Arévola (Texto e foto)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *