#OficinaMix: Profissionais da grafite discutiu os prós e contras da arte urbana

Com o tema “Grafite é arte”, acadêmicos e profissionais da área, participaram na última quarta-feira (18), da oficina que falou sobre as técnicas envolvendo essas pinturas urbanas. O evento fez parte do VI Mix de Comunicação promovido pelo Centro Universitário do Norte (Uninorte).

A oficina contou com a presença do grafiteiro André Hulk, que compartilhou suas experiências, mostrou trabalhos e explicou sobre as mensagens por trás de obras conhecidas pela cidade. O artista que desenvolve a quase oito anos trabalhos de grafite pelo Amazonas, destacou que o grafite vai além de uma mera pintura do muro. “A arte está nos olhos de quem vê! O que é bonito para mim, pode não ser para você. Por isso, é muito importante para nós, grafiteiros, e para a galera que estuda nas faculdades conhecer nosso trabalho, até porque, nossas pinturas estão em exposição a céu aberto, e muitos têm curiosidade de saber quem está por trás delas”, disse Hulk.

Durante a apresentação, ele ainda falou sobre as técnicas do grafite e as diferenças entre a pichação. Para a estudante do curso de Publicidade e Propaganda, Mariane Carvalho, 18, a Uninorte está de parabéns por chamar atenção dos estudantes para debater sobre as artes urbanas. “Eu me inscrevi nessa oficina porque eu achei algo diferente, e que abrange a comunicação de uma forma que eu nunca tinha visto antes. Acredito que a cidade está crescendo muito, principalmente com os projetos nos viadutos, e cada vez mais isso se tornará uma forma de comunicação, como já acontece em várias outras capitais”, concluiu a acadêmica.

Já o estudante de Publicidade e Propaganda, Jonas Neto, 22, achou interessante a universidade preparar temas como esse para serem discutidos, pois normalmente o grafite não é uma forma de arte muito bem compreendida. “Muita gente ainda confundi grafite com pichação, então acho importante a Uninorte está tomando essa posição de elucidar essa forma de arte, que é uma forma de protesto”, enfatizou.

No mesmo dia foram expostas no Mix, 12 oficinas com temas variados, sempre envolvendo a comunicação e as novas mídias. O encerramento do evento aconteceu na quinta-feira (19), com um talk show sobre o tema:  “Geração do EU Digital: A capacidade de criar e inovar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *