Interdisciplinar: exposição fotográfica de turma de Jornalismo retrata imigração de venezuelanos na cidade

Por meio de exposição de fotografias, alunos do 2º período de Jornalismo, do turno noturno, da UniNorte Laureate, apresentaram seus projetos interdisciplinares na noite de quarta-feira (14). O evento aconteceu no hall da Unidade 11 e também contou com a participação das demais turmas noturnas de Jornalismo.

No total, formaram-se três equipes na turma CJN02S1, que foram coordenadas pelo professor da disciplina de Fotojornalismo, Rômulo Araújo, e fizeram pesquisa de campo sobre os imigrantes venezuelanos para embasar seus projetos. A turma tinha a missão de retratar a realidade dos indígenas passando por aspectos políticos, econômicos e psicológicos através de fotografias e textos noticiosos. E assim foi feito:

Venezuelanos e o Êxodo Warao

Esta equipe relatou o processo de imigração dos indígenas até chegarem na nossa capital. O acadêmico Dionisson Garcia, membro do grupo, conta que o intuito foi retratar a realidade das famílias e que este trabalho agregou bastante conhecimento em relação a questões sociais. “Foi interessante observar cada detalhe da história dos Warao e passar essas informações para outras pessoas”, concluiu.

Warao: Da crise venezuelana à esperança amazônida

Nesta exposição, foram retratados os motivos pelos quais os imigrantes estão vindo para Manaus, contextualizado políticas públicas, problemas sociais e culturais. Jayne Lima, participante da equipe, afirma que este é um estudo de relevância social que perpetuará como aprendizado acadêmico e que vai ajudar em futuros trabalhos. “Sabemos que esta experiência serve, também, como um ‘pré-tcc’ e nós agradecemos à UniNorte por nos dar oportunidade de explorar nossos conhecimentos”, disse a estudante.

As vulnerabilidades das crianças Warao

Aqui, como o próprio título do trabalho sugere, foi apresentado a fragilidade das crianças indígenas. Segundo a integrante do grupo, Julia Rodrigues, os filhos dos índios sofreram por diversas doenças por falta de saneamento básico e estrutura no local onde estavam acampados. “Consultamos uma pediatra e uma psicóloga pra que pudéssemos aprender quais tipos de doenças físicas e psicológicas as crianças estavam expostas naquela situação para que pudéssemos apresentar aqui na faculdade” ressaltou.

O Interdisciplinar aconteceu nos dias 12, 13 e 14 de junho, para os cursos de Comunicação Social do Uninorte Laureate. Agora as turmas se preparam para a Semana de Provas, que inicia na próxima segunda, 19 de junho.

 

Por Alan Marcos (texto e fotos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *