Estudantes da Uninorte avaliam Copa do Mundo em Manaus


21.05.2014

Faltando 22 dias para o início da Copa do Mundo, o assunto ainda é polêmico. A sociedade divide críticas a favor e contra a realização do evento esportivo. Por causa disso, o Dialog resolveu dar ouvidos a opinião dos acadêmicos da UniNorte sobre o assunto e, além de repercutir o que foi dito à nossa reportagem, você ainda poderá conferir dicas de como entrar no espírito ‘canarinho’ com roupas e acessórios que remetem à Seleção Brasileira.

As questões abordadas foram em saber quais as expectativas pelo possível hexacampeonato canarinho e qual seria o legado em infraestrutura para cidade de Manaus.

A acadêmica do 1º período de Educação Física, Renata Cordeiro, afirma que assistirá aos jogos da seleção brasileira na Rua Santa Isabel (Centro). o local é um dos pontos mais conhecidos de Manaus quando o assunto é ornamentação para a Copa do Mundo. A tradição é tanta que a rua já ganhou o apelido de “Rua das Copas”.

“Estou confiante de que o Brasil será campeão mundial. E como legado para Manaus ficará a construção do estádio e a preservação da cidade”, diz a estudante que conclui com uma crítica a falta de investimentos em outros setores: “Em relação à área de saúde, não tivemos investimento nenhum. Para o cidadão comum não houve melhoras”.

A estudante de Licenciatura, Ariana Barros, não vê a hora de começar a Copa. A expectativa é grande e a estudante reafirma sua torcida pela seleção brasileira. “Pretendo ir ‘pra’ rua com meus amigos, gritar, comemorar sempre com muita empolgação. Degustar daquela comida feita pela família, nada melhor que um bom churrasco para ver os jogos. A gente é brasileiro, tem que torcer pelo Brasil”, declarou.

O graduando de Educação Física, Edilson Alberto, pretende assistir a copa com um grupo de amigos no barzinho ou em casa e torcendo com moderação, “A gente espera que isso tudo fique (infraestrutura) e que realmente tenha muito valor para a população brasileira”, conclui o estudante.

A estudante do 3º período de Pedagogia, Cristina Vieira, assistirá aos jogos em casa e torcerá pela seleção brasileira. Cristina cria a expectativa de que haja uma melhora na estrutura da cidade e afirma que houve uma camuflagem nas obras de infraestrutura. “Tenho a expectativa de que mude a estrutura da cidade. Não só com essas obras de asfaltamento, que foram uma verdadeira camuflagem, foram apenas nas principais ruas e nas ruas dos bairros não”.

Acessórios

Como a Copa do Mundo é um evento de “tiro-curto” é preferível que se compre os enfeites, fantasias e acessórios nas lojas de “1,99” para economizar.

Chapéu de cone: são os mais vendidos em jogos e custam na faixa dos R$ 15.

Peruca verde-amarelo: A peruca é outro item importante do torcedor, custa na faixa dos R$ 20.

Corneta: A corneta é um item clássico. Na hora do gol você poderá ‘cornetear’ com alegria, só cuidado com para não exagerar e aborrecer aquele vizinho mal humorado. O item está na faixa dos R$ 10.

Bandeira do Brasil: Trata-se da mini bandeira de 30×45 cm, aquelas usadas em carro. O acessório custa R$ 2,50.

Chapéu guarda-chuva: Acessório importante para o torcedor que irá assistir aos jogos nas ‘Fan fest’ que terá por Manaus e que queira se proteger da chuva. O acessório está na faixa de R$ 9,90.

 

Por Fábio Leite e Lindivan Villaça

Foto: Fábio Leite

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *